5 de fev de 2012

Quer chorar de emoção? Assista a esses filmes

Oi Galera resolvi fazer um Top5 com filmes que são com certeza tristes. Ou seja, são de gênero Drama.
Sempre acabo chorando com filmes assim, já que tenho o coração meio mole. Geralmente são filmes que retratam alguma batalha da vida ou falam de algum amor, tem até uns que são baseados em fatos reais.
Mas sem mais conversa, confira a lista.

5º LUGAR: SEMPRE AO SEU LADO

Sempre ao Seu Lado - CartazParker Wilson (Richard Gere) é um professor universitário que, ao retornar do trabalho, encontra na estação de trem um filhote de cachorro da raça akita, conhecido por sua lealdade. Sem ter como deixá-lo na estação, Parker o leva para casa mesmo sabendo que Cate (Joan Allen), sua esposa, é contra a presença de um cachorro. Aos poucos Parker se afeiçoa ao filhote, que tem o nome Hachi escrito na coleira, em japonês. Cate cede e aceita sua permanência. Hachi cresce e passa a acompanhar Parker até a estação de trem, retornando ao local no horário em que o professor está de volta. Até que um acontecimento inesperado altera sua vida.
Avaliação: 


Esse filme é baseado em fatos reais. Eu fiquei impressionada pois mostra a lealdade do cão à seu dono, mesmo depois de já ter morrido, o que prova que até os cães podem amar. Acho até mais emocionante que Marley & Eu. Essa história ficou tão famosa, que criaram até uma estátua em homenagem ao cão no lugar da estação de trem, onde ele ia esperar seu dono.


4º LUGAR: A ÚLTIMA MÚSICA

A Última Música - Cartaz"Ronnie" Miller (Miley Cyrus) tem 17 anos, é filha de pais divorciados e seu pai (Greg Kinnear) mora longe de Nova York, numa cidade praiana. Após três anos de separação, ela ainda sente raiva por tudo o que aconteceu até o dia em que sua mãe (Kelly Preston) decide enviá-la para passar o verão com ele. Uma vez lá, depois de conhecer novas pessoas e paixões, ela encontra alguém que, além de bom músico e professor, é, acima de tudo, um verdadeiro pai. 

Avaliação: 



Muita gente acha que esse filme se trata de um melodrama adolescente, mas não é só isso. O filme é uma adaptação do livro de Nicholas Sparks (com o mesmo título). Se trata de verdadeiros valores, como a música, família, paixão e até animais! 


3º LUGAR: LEMBRANÇAS

Tyler Roth (Robert Pattinson) é um jovem rebelde que não tem uma boa relação com o pai, Charles (Pierce Brosnan), desde que uma tragédia abalou sua família. Ele divide um apartamento com Aidan (Tate Wellington) e com ele sai para uma boate. Ao deixar o local, Tyler se intromete em uma briga. Neil Craig (Chris Cooper), um policial traumatizado pelo assassinato de sua esposa dez anos antes, é chamado ao local. Ele libera Tyler e Aidan mas, após uma provocação de Tyler, lhe dá uma surra e manda prendê-lo. Dias depois, Aidan descobre que Ally (Emilie de Ravin), a filha de Neil, estuda com eles. Ele propõe a Tyler que tente conquistá-la, para se vingar. Inicialmente relutante, Tyler aceita a proposta. Só que, aos poucos, se apaixona por Ally.
Avaliação: 


Não me lembro exatamente desse filme pois faz muito tempo que assisti, mas só lembro que fiquei a semana toda pensando nele. É aquele tipo de filme que não faz muito sentido, é emocionante, mas não exatamente interessante. O protagonista é muito perturbado, se envolve em brigas e xingamentos, por essa razão acho que já dá pra imaginar o que acontece no final.


2º LUGAR: O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTON

O Curioso Caso de Benjamin Button - CartazNova Orleans, 1918. Benjamin Button (Brad Pitt) nasceu de forma incomum, com a aparência e doenças de uma pessoa em torno dos oitenta anos mesmo sendo um bebê. Ao invés de envelhecer com o passar do tempo, Button rejuvenesce. Quando ainda criança ele conhece Daisy (Cate Blanchett), da mesma idade que ele, por quem se apaixona. É preciso esperar que Daisy cresça, tornando-se uma mulher, e que Benjamin rejuvenesça para que, quando tiverem idades parecidas, possam enfim se envolver.

Avaliação: 


Antes de assisti-lo eu julgava ser um filme que envolvesse mais ciência e coisas malucas pelo curioso caso do protagonista, mas tem mais drama. Nos faz sentir o que ele sente, imaginar "E se eu fosse como ele?" Ele tem que aprender a lidar com a dor de viver longe da pessoa que ama, pois como uma pessoa normal, sua companheira vai envelhecendo, enquanto ele vai rejuvenescendo. 


1º LUGAR: UMA PROVA DE AMOR


Sara (Cameron Diaz) e Brian Fitzgerald (Jason Patric) são informados que Kate (Sofia Vassilieva), sua filha, tem leucemia e possui poucos anos de vida. O médico sugere aos pais que tentem um procedimento médico ortodoxo, gerando um filho de proveta que seja um doador compatível com Kate. Disposto a tudo para salvar a filha, eles aceitam a proposta. Assim nasce Anna (Abigail Breslin), que logo ao nascer doa sangue de seu cordão umbilical para a irmã. Anos depois, os médicos decidem fazer um transplante de medula de Anna para Kate. Ao atingir 11 anos, Anna precisa doar um rim para a irmã. Cansada dos procedimentos médicos aos quais é submetida, ela decide enfrentar os pais e lutar na justiça por emancipação médica, de forma a que tenha direito a decidir o que fazer com seu corpo. Para defendê-la ela contrata Campbell Alexander (Alec Baldwin), um advogado que cuidará de seus interesses.
Avaliação: 

Muito triste com certeza! Mas o que mais me toca é que a protagonista que sofre de leucemia prefere morrer naturalmente a ter que tomar medidas drásticas para ajudá-la. Ela perde várias coisas por causa de sua doença e a última coisa que pedem que façam é que levem-na na praia. 

Então, curtiram a lista? Já assistiram?

0 comentários:

Postar um comentário

Só comente quando saber pelo menos 10% do post e escolha a opção "Nome/URL". Ah e não aceito selos/tags e nem parceria. Obrigada pela visita.