28 de out de 2012

Cultura Punk, você curte?

Uma coisa nós sabemos: Hoje em dia o mundo divide-se em diversas culturas e estilos. Há música para todos, desde erudita até Heavy Metal. Sou mais chegada nos ritmos alternativos, como rock alternativo, grunge, emocore, indie, punk, entre outros.
Como cada ritmo tem sua história (e suas revoluções, vale lembrar), resolvi contar a história do surgimento do punk - que é muito confundido com o rock, por ter a formação essencial: bateria, guitarra solo, guitarra base e vocais.

O movimento punk se iniciou na década de 70, em Nova York, quando os frequentadores de uma casa de show local e da cena underground  formaram e apoiaram bandas que se opunham ao pomposo rock progressivo da época. No Reino Unido - especialmente em Londres - o movimento ganhou sua versão própria, com bandas icônicas como Sex Pistols e The Clash. Por lá, o surgimento do punk coincidiu com um movimento político delicado, o que contribuiu para que muitas bandas criticassem o governo em suas músicas.

Aqui no Brasil - no final da década de 70 -, em plena ditadura (o que - vale salientar - foi a época certa), também foi criada a cena punk, que começou em São Paulo e Brasília e depois tomou conta dos outros estados. Como os discos estrangeiros eram difíceis de encontrar, os fãs gravavam fitas K7 e compartilhavam. Grupos como Cólera, Olho Seco e Aborto Elétrico (olha os nomes das bandas) seguiam o estilo e a sonoridade das bandas estrangeiras.


Essa revolução punk não só criou um novo rumo da música, como também influenciou mentes e pensamentos e estilos. O visual padrão hippie (aquele com cabelos grandões e roupas largadas) foi substituído pelo novo punk: cabelos curtos e moicanos coloridos.

A música evoluiu de uma forma que por influência de Sex Pistols, The Clash e Ramones, bandas atuais foram surgindo, como Green Day, Sum 41, The Offspring (que aliás, nem é tão atual assim), entre outras.



E para complementar, fiz uma playlist incluindo esses nomes da música punk que eu citei! Espero que curtam!

Punk Songs by Manuela Sampaio on Grooveshark

Informações: Revista Mundo Estranho, edição 128.
Depois desse post, tive uma ideia de criar mais outros nesse estilo falando de diferentes culturas e ritmos, o que acham?

23 comentários:

mush disse...

Eu leio tudo o que encontro sobre cultura dos anos 70. A forma que mais gostei e me senti 'envolvida' foi lendo a bio do David Grohl. Estava procurando informações pra falar dos meus movimentos underground favoritos. Anarquismo, oposição a hippies e tudo deles é pensado ou relacionado com algo o_o as músicas cheias de mensagens, o cabelo curto anti o cabelão dos hippies, etc.
SEX PISTOLS, RAMONES <3
Desculpa ter sumido, não tinha visto o link do blog e acabava lendo e deixando D: não tinha visto o link salvo no nome, HSUAHSUA para de me confundirrr ;~
Beijos ♥

Conspirantes

Dani Ramona disse...

Punk Rock é definitivamente o meu gênero musical preferido.
Só quero corrigir uma coisa, ali onde você disse:
"...QUE É MUITO CONFUDIDO COM O ROCK, por ter a formação essencial: bateria, guitarra solo, guitarra base e vocais."
Bom, não tem como confundir com o rock, porque é rock (?) Não é atoa que se chama Punk Rock.
O rock n' roll é um gênero, que engloba outros sub-gêneros, como por exemplo: Hard Rock, Hard Core, Punk Rock etc ...

E outra coisa, é que bandas de punk rock praticamente nunca tem guitarras solo! haha É só a base mesmo ^^

Bj

Patriny Marcelle disse...

Adorei o post. É legal conhecer as origens de outros estilos de música. Pelo o que sei o Capital Inicial regravou algumas músicas do Aborto Elétrico, como fátima.
Adorei o novo layout do blog. Foi você que fez?
Beijinhos

Carol disse...

Adoro ler sobre esses assuntos,adoro o estilo dessa época apesar de não ouvir muito as musicas/bandas, é muito inspirador.

lovelyblogcarol.blogspot

Manu Sampaio disse...

Quase todos os ritmos alternativos são derivados do rock, mas vale lembrar que punk não é rock puro, apesar de o som ser parecido, punk se diferencia pelo ritmo :)

Manu Sampaio disse...

Que bom que gostou ^^ Fui eu sim! :D

Mallu Lima disse...

Punk não é meu gênero de rock favorito, mas curto algumas bandas The Offspring é uma delas *o* acho maneiro o jeito como a galera que segue esse estilo vê o mundo !
Adorei o post, a minha sugestão (se você for fazer outro post nesse estilo) é sobre grunge *-*
É isso.

Beijos,
meusdvaneios.blogspot.com

Antonia Chevallier Sundrani disse...

Adorei saber um pouquinho mais da história do punk! Eu já tive uma fase assim na adolescência, haha. Hoje em dia também sou mais alternativa...
Beijinhos!

Ann
http://www.vinteepoucos.com.br/

Carol M. disse...

Eu curto o Green Day, mais as maiorias das bandas que eu ouço são Indie.
Mais super curto o estilão deles.

garotapassageira.blogspot.com.br

Julia Rocha disse...

Eu não curto Punk nem Rock =/ acho muito pesado,mas tenho amigos que gostam e não tenho nada contra!!


Beijos
29th June
www.on29thjune.blogspot.com

Vítor Teixeira disse...

Adoro todos os movimentos culturais, mas nunca tinha tido interesse no punk, que foi um movimento que não foi muito presente na cultura nacional. MUITO legal o post deu pra saber muita coisa...
http://nossa-caixa.blogspot.com.br

Mellanye disse...

Gosto bastante de Punk Rock, desde menina, é algo que me identifico, já ouvi mais, hoje em dia é quase um "momento nostalgia" quando leio/ouço.
Bom post!

Mas me permite corrigir uma coisa?
Green Day, Sum 41, The Offspring não são Punk Rock. Corrijo por tê-las visto na playlist.
Green Day teve sua fase com mais influência de Punk Rock, que durou ate 1994, com o lançamento do Dookie. As críticas, apesar de tudo, continuam em sua música, mas de uma outra forma. Green Day se tormou um enlatado pop rock, infelizmente (é até complicado dizer isso pq adoro muito, tenho a discografia completa em CDs e tudo o mais).
Já o Offspring é mais pro Hardcore, mesmo que Punk Rock e Hardcore andem juntos desde sempre, e um tenha saído do outro, há uma grande diferença tanto musical quando na idéia que cada um passa.
O Sum 41 é MUITO pop pra ser incluso na categoria Punk. Há anos venho ouvindo que eles são "Punk Pop", tal como Blink-182, mas é algo que discordo totalmente pois o que o Punk menos prezou em toda a sua existência foi ter uma sonoridade pop. A popularização se deu a bandas que tocavam uma espécie de "hardcore melódico", e isso (a popularização) começou no início dos anos 90, se não me engano.
Então soa, e muito, controverso quando usam o termo "Punk Pop".

enfim, gostei do blog.
e é bem bacana falar sobre outras culturas, ritmos, etc :D
continue!

beijos.

Raah Dias disse...

Olá Manu! Achei interessante seu post. Apesar de ouvir sempre bandas que se encaixam no perfil, não é meu estilo preferido. É mais de fase, sabe!? Tem hora que meu celular só tem punk outra só indie, que é meu estilo favorito.

Beijos!

Stella Valim disse...

Achei legal o post, eu não escuto nada que é "punk", mas o estilo deles é bem legal :)
http://www.senhoritaliberdade.com/

Mollie disse...

Achei muito interessante a tua postagem. Não escuto punk e nem curto, mais eu respeito todos os gostos e opiniões. :)

Heart Of Lion.

Isabela Godoy disse...

Como você disse, existe música pra todos os estilos, e o punk não é meu favorito rs! Mas ninguém pode negar que grandes bandas surgiram nessa época e que muitos talentos foram revelados ;)

Beijos!
http://www.deliriosdegarota.com/

Julie Duarte disse...

Não sou muito fã da música punk, mas acho bem legal o estilo de se vestir. Gosto de como eles apostam no preto, em jaquetas de couro e coisas do tipo!

Camilla Martins - {http://sugar-dance.org} disse...

Punk é DEMAIS! Eu gosto muito do estilo, as músicas eu também curto bastante, mas não sou de ouvir.

Eu curto punk, acho que quanto mais manifestações tiverem, melhor!

Tem post novo no meu blog. Bjos e bom domingo!

http://sugar-dance.org

Bárbara Rocha disse...

Teve uma época que já fui meia punk , mais hoje estou mais sossegadinha hehe (:
Beijos! ;*
http://diamontlilac-news.blogspot.com.br/

Ju :) disse...

Não gosto de punk. Sou mais indie, rock alternativo, folk, jazz e um pouquinho de pop.

Mia Sodré disse...

Tenho uma certa aversão ao punk. Agora, gosto dessa música do Green Day que tu colocaste na tua playlist. É que o punk se opõem ao rock glam, e o Queen é pertencente ao glam. Então... hahaha
Mas acho legal essa ideia de falar sobre estilos aqui.

Beijo!

Gabriela Freitas disse...

Acho o visual ultra bacana, adoro o visual punk! Punk cheira a anarquia, luta, juventude, sexo drogas e rock and roll! haha
Quanto as músicas não escuto todas, nem sei quais fizeram mais sucessos em seus épocas, mas sex pistols, ramones (etc) não tem como ouvir e não balançar a cabeça, esses eu adoro mesmo! Vario muito meu estilo musical, então não tenho apenas um estilo que eu costume escutar.

óculos redondos disse...

Sou bem eclética quanto a gêneros musicais, desde que tenham qualidade musical e/ou uma boa mensagem nas músicas. O punk, particularmente admiro por ser um estilo musical que envolve toda uma ideologia por trás das músicas e letras. Curti teu texto, mas faltou falar dos principais criadores do gênero The Stooges, e outras bandas que merecem destaque como Dead Kenedys e The Misfits... Realmente, bom post, beijos.

Postar um comentário

Só comente quando saber pelo menos 10% do post e escolha a opção "Nome/URL". Ah e não aceito selos/tags e nem parceria. Obrigada pela visita.