23 de abr de 2012

Uma exceção nesse imenso planeta

Ok, exagerei no título. Mas antes que algumas pessoas que se ofendem rápido continuem a ler, eu vou dar uma advertência: Esse post é totalmente opinativo, trata-se do meu ponto de vista sobre o que muita gente pode discordar. Bem, esse é um meme que eu vi no blog Wink, e que achei interessante e resolvi postar aqui, já que a Mia disse que os leitores poderiam "pegar". Funciona assim: Você escreve 4 coisas que todo mundo - ou nem todo mundo - gosta e você não. Então, vou opinar agora ok? Ah e se você discordar por favor, seja educado(a) e não xingue!

1. Tumblr's
Sim, eu tenho um Tumblr, mas não, eu não uso. No começo eu achava legal mas depois se tornou um poço de depressão e gifs repetidos. Sempre era dividido em dois lados, primeiro os que postavam textos depressivos e diziam que cortar os pulsos e ser bipolar é estilo de vida. Caro emo, transtorno bipolar é uma doença e se você corta seus pulsos, você tem probleminhas e precisa de tratamento. E segundo, os que postavam gifs com piadinhas e tirinhas memes. Eu confesso, tem muitas engraçadas e são até legais, mas é só isso? Por isso que eu prefiro ter um blog, porque eu gosto de escrever textos bons, não aqueles curtos que falam "Essa vida é uma merda e eu vou me jogar no rio da morte" e têm a foto de um pote de Nuttela. E às vezes você quer ler algo mais produtivo do que gifs com trocadilhos repetidos. Então a minha dashboard tá lá mofando e eu só reblogo alguns posts de fã-clubes de Sobrenatural, Paramore ou Linkin Park, hihihi.


2. Praia
Fa6b9b2c8d8e11e1a87612313804ec91_7_largePraia tem tudo para ser um lugar perfeito, mas só se você ficar olhando a paisagem. Eu simplesmente tenho agonia àquela água salgada penetrando minha pele e entrando nos meus olhos. Eu não gosto de nadar no mar, primeiro porque as ondas não lhe deixam nadar em posição constante (Olha a Física minha gente!), segundo porque para nadar, você tem que ver senão vai acabar batendo em alguém, então não dá porque seus olhos ardem muito e terceiro que o mar tem muitas limitações, se você quiser nadar com liberdade não vai poder por causa das ondas que puxam ou dos tubarões que podem lhe atacar. Sendo assim, eu prefiro mil vezes nadar numa piscina do que ir à praia. Então essa é a única graça que teria a praia, porque eu não gosto de me bronzear, prefiro ser branquinha do meu jeito. Sem falar em certas pessoas que frequentam a praia, ficam colocando aquelas músicas techno brega com letra que não vale nem a pena comentar. Mas ir à uma praia quase vazia é uma boa, botar os fones de ouvido e ler um bom livro ou revista com os pés na areia é uma sensação boa. E vou confessar, a paisagem é realmente linda.


3. Shows/Festas/Curtição
Tumblr_m2l6jcgsmi1qd7u9to1_500_largeVou imitar a Mia e citar este tópico também. Eu simplesmente não vejo diversão em ficar num lugar amontoado de gente. Mas isso depende do jeito de ser de cada pessoa, que no meu caso, eu sou quieta. A última vez que fui a uma balada, eu fiquei olhando pro teto e liguei pro meu pai vir me buscar (hard situation). Acho muito mais divertido ficar em casa fazendo o que eu gosto: Escrevendo, atualizando o blog, twittando, assistindo seriados (Lê-se: Sobrenatural, Modern Family, The Big Bang Theory, etc.), comendo meu sanduíche caseiro imitação do Subway (sou chef de cozinha, u.u), lendo minha coleção de livros do Rick Riordan e lendo minhas edições da Superinteressante... velho, tem coisa melhor? Até porque eu não sou boa em conhecer gente nova, e NÃO eu não sou antissocial. Até acho que a vida sem os parentes e amigos ficaria muito vazia.


4. Glee
No começo, vi muita gente falando que era bom e coisa e tal, então assisti e odiei. A partir daí não conheço ninguém que não goste (apenas minha melhor amiga). O problema não é o fato de ter um musical, acho música uma coisa muito boa e que traz bem-estar, então qual o problema em você participar de um grupo musical do colégio? Nenhum. O grande problema do seriado na minha opinião, é que eles meio que incentivam a pessoa a ser problemática. É tanto que o lema de Glee é "Todos querem ser um loser" (pra quem não sabe, loser é perdedor em inglês). COMO ASSIM VOCÊ QUER SER UM PERDEDOR? Que eu saiba, todo nós estudamos/trabalhamos por algum objetivo bom na vida. Se você estuda (agora estuda pra valer, não tô falando das pessoas que "enrolam") é porque você quer conseguir boas notas e quer aprender para fazer um bom vestibular e consequentemente ser um bom profissional. E se você trabalha, é porque você quer conseguir dinheiro para se sustentar, ou seja, pagar suas contas, ter um lar, etc. Mas voltando ao assunto de Glee, todos os personagens têm algum problema na vida e parece que eles gostam de ser assim, claro, você não deve se culpar se algo dar errado, mas deve tentar sair dos seus problemas usando a maturidade e não persistir. Adolescentes engravidando, pessoas sendo violentas, gays, lésbicas, e sem querer ser preconceituosa, afinal, esse mundo é de todos. E se você já nasceu homossexual, tudo bem, não tem como ser algo que não é, mas se você não é, vai ser algo só porque tá na moda ou porque pessoas descoladas são? Não né. Pense nisso.


Desabafei mesmo. Se você gostou da tag e quiser pegá-la, basta postar no seu blog e dizer que viu aqui no #GDA :) E você, concorda comigo?

0 comentários:

Postar um comentário

Só comente quando saber pelo menos 10% do post e escolha a opção "Nome/URL". Ah e não aceito selos/tags e nem parceria. Obrigada pela visita.