9 de fev de 2012

Ame o próximo... mas como a si mesmo?

Um dia desses, eu estava assistindo à aula de Ensino Religioso e meu professor começou a debater sobre amor próprio. Se você crê em Deus, sabe que os principais mandamentos são: amar a Deus sobre todas as coisas e amar o próprio como a si mesmo. Os mandamentos são obviamente fáceis de entender: Ame a Deus antes de amar os outros e ame os outros como você se ama. 

Mas para amar o próximo, antes você tem que amar si mesmo não é? E esse é um dos maiores desafios de hoje em dia. Aposto que se você fazer um teste de auto reconhecimento e um teste de outra pessoa, você vai ver que vai acertar mais coisas sobre essa pessoa do que sobre você.

Quanta gente vive a vida toda descobrindo sobre o outro mas quando se trata de si mesmo nem se importa em procurar para descobrir? Quanta gente se odeia por causa de seu cabelo, de seu corpo, de sua voz e etc.? Olhe pro espelho e se pergunte: "Quem sou eu?", será que você realmente vai saber responder a essa pergunta sem pensar somente no seu nome?

Tem gente que se acha um fracasso e se acha burro(a), mas eu lhe digo uma coisa: Não existe ninguém burro, apenas pessoas que tem defeitos em certas inteligências e que tem suas virtudes também. Pessoas que não se dão bem em certos empregos porque não têm a vocação de desenvolvê-la, mas que desenvolve perfeitamente outras. Eu não tô dizendo que se você tem vocação, por exemplo em vender coisas que deve sair por aí vendendo coisas em barraquinhas, por que não usar seu talento para coisas maiores, como por exemplo nesse caso batalhar para ter sua própria loja?

"Mas eu acho que não sou capaz...", olhe não existe ninguém incapaz nesse mundo, só pessoas preguiçosas que não têm coragem de correr atrás dos seus sonhos. Certa vez eu estava assistindo o filme À procura da felicidade, e o protagonista (Will Smith) estava jogando basquete com seu filho pequeno. Então notou que seu filho não jogava bem basquete e lhe disse: "Você não é bom em basquete, é bom em outras coisas mas em basquete não vai longe.", então seu filho se entristeceu e jogou a bola no lixo. Mas seu pai disse: "Não deixe que ninguém diga que você é incapaz, nem mesmo eu." Ou seja, não importa o que as pessoas digam para você, se você quer muito, se você acredita que pode, nenhuma barreira pode lhe impedir.
  Acredite, até Albert Einstein (o top dos cientistas) já repetiu de ano e já ouviu um professor lhe dizer que ele não ia conseguir nada, mas seguiu em frente e hoje é considerado uma lenda da ciência.

Resumindo tudo o que eu disse, você não é um fracasso, as pessoas podem achar que você é mas você não é. Então ame-se para depois amar quem merece o seu amor e cumprir esse mandamento que Deus nos deixou. 

0 comentários:

Postar um comentário

Só comente quando saber pelo menos 10% do post e escolha a opção "Nome/URL". Ah e não aceito selos/tags e nem parceria. Obrigada pela visita.